top of page

Primeira Impressão, Imagem Pessoal e Era Digital



Se você está aqui já deve saber da importância de trabalhar de maneira intencional sua Imagem Pessoal, na verdade, ela sempre foi um fator importante para profissionais de todas as áreas. Mas agora, na era visual em que vivemos é preciso fazer isso mais veloz, com maior assertividade e principalmente, com verdade.


Muito além da aparência física, a imagem pessoal está relacionada não apenas ao exterior, mas também à personalidade e leva em conta fatores como a autenticidade, confiança, credibilidade e congruência entre a forma como uma pessoa se apresenta, seu comportamento e a forma como é vista, ou seja, o que percebem desta apresentação e comportamento.


Uma imagem pessoal positiva e bem cuidada pode influenciar a maneira como as pessoas o percebem, afetar suas interações sociais e profissionais, criar oportunidades e transmitir confiança na hora dos negócios e na vida.

Portanto, podemos afirmar que a imagem pessoal tem grande influência na forma como nos relacionamos com os outros, como consumimos, além de influenciar diretamente nas nossas escolhas e tomadas de decisões a todo instante.



Quebrando "Pré Conceitos"


Mesmo assim, ainda é comum escutar de pessoas que trabalhar a imagem, seria algo supérfluo, longe em sua lista de prioridades, ou um recurso distante disponível a apenas uma pequena e abastada parcela da população. Mas nada disso é verdade, afinal de contas, olhar para si e reconhecer suas qualidades, bem como suas imperfeições, sua beleza natural, além de tantas outras descobertas nada mais é do que autoconhecimento.


E neste aspecto tenho certeza que você concordará comigo, pois autoconhecimento e autocuidado precisam estar no topo da sua lista de prioridades, pois sem bem estar, todas as áreas da nossa vida começam a entrar em colapso. Portanto, estamos falando aqui de um mergulho profundo, muito longe do superficial que está no imaginário de muitas pessoas.


Se você também carrega conceitos como estes, chegou a hora de abandoná-los.

Pois o post de hoje tem como objetivo, trazer argumentos para que até o final dele, você não só comece a dar valor a sua Imagem pessoal, reformulando a maneira como escolhe o que vestir, sua linguagem corporal, seu posicionamento, a escolha das fotos que usa nos seus perfis sociais, suas cores, os elementos, até que por fim, entenda que trabalhá-la é fator essencial e deve ser tratada como prioridade, muito antes de apresentar seu produto ou serviço, de fazer um novo curso ou conquistar mais um diploma, porque a sua imagem é a ponte entre eles.



Como gosto de dizer,

"Sua Imagem Pessoal é o principal produto do seu negócio",

além de mola propulsora para o próximo passo que tanto deseja na evolução no seu negócio e por consequência em todas as outras áreas da sua vida.


A imagem pessoal é formada por diversos aspectos (que você verá detalhadamente no tópico seguinte).

Esses elementos combinados contribuem para a formação da primeira impressão, além das impressões seguintes, que acabam construindo uma percepção que temos de alguém, uma opinião ou a Imagem Pessoal.


Agora que já aprendeu sobre esse novo conceito e você está no processo de formar uma "segunda impressão" sobre o assunto, quero te contar o que é e como funciona essa química que existe entre as pessoas, quando "o santo bate" ou aquilo que você conhece como a primeira impressão.


A Primeira Impressão

Quem nunca ouviu ouviu falar que a primeira impressão é a que fica? De fato é verdade. Porque primeira chance mesmo, só temos uma e na velocidade em que vivemos hoje, muitas vezes não cruzaremos mais com aquela imagem/pessoa novamente. Por este motivo pensar em uma primeira impressão positiva ou até mesmo em planejar como se deseja impactar pode ser um diferencial para o seu negócio e a sua marca nos dias de hoje.


Se um anúncio não despertou sua atenção, é provável que a programação de IA entenda como não relevante para você e ele nunca mais aparecerá novamente, foi-se a segunda chance... Mas se você curtir, ou até mesmo parar para ler ou escutar, aquele anúncio ou uma sequência de outros parecidos com aquele começará a aparecer cada vez com mais frequência para você, até que forme uma opinião ou até mesmo tome uma decisão a respeito daquela pessoa ou marca.


Ao contrário do que muitos pensam, esse ato não é um pré-julgamento, a primeira impressão ocorre de maneira instintiva desde que o mundo é mundo e que pessoas habitam nele.


Quando olhamos uma pessoa pela primeira vez, precisamos definir muito rapidamente (estudos apontam um tempo médio de 3 segundos) se aquela pessoa é digna da nossa confiança, respeito ou valor e se nos aproximaremos ou nos afastaremos dela para a nossa segurança.


E como definir isso sem conhecer alguém ou mesmo escutar o que ela tem a dizer? Essa definição acontece justamente através da Imagem pessoal, a comunicação verbal e não verbal. Ou seja, uma combinação assertiva pode te colocar a frente, abrir portas e gerar oportunidades, enquanto que uma combinação negativa ou equivocadamente interpretada como negativa, pode ser prejudicial a sua marca e justamente afastar quem você tanto gostaria de aproximar.


Outro ponto importante para ressaltar é que, trabalhar intencionalmente uma primeira impressão positiva, gera mais resultados e dá menos trabalho do que mudar uma impressão negativa que foi deixada de maneira não intencional ou equivocada.

Estudos apontam que é preciso fazer uma série de repetições de impressões até que ocorra a formação de uma nova opinião.

Então se você tem fama de atrasado(a), por exemplo, vai ter que chegar por muitas vezes na hora ou até mesmo antes da hora até que esta "fama" mude.



Aqui, Gosto de trazer uma frase da especialista no assunto presença, professora e pesquisadora de Harvard, Amy Cuddy de que, "nem sempre você terá uma segunda chance de causar uma primeira impressão". Portanto, vale se preparar, reservar mais tempo do que o habitual, buscar dicas ou até mesmo uma especialista no assunto e caprichar no conjunto de fatores que irão criar esse impacto positivo, gerar conexão e fazer com quem você deixe uma marca aos olhos de quem a(o) vê e por onde passar.


Como fazer isso sem perder muito tempo? Uma dica é se perguntar antes de escolher a roupa, as cores, ou até mesmo detalhes como óculos, sapato e cabelo:

- O que eu desejo comunicar?

- Com quem eu desejo me conectar?

- Isso me representa e está de acordo com quem eu sou/com a minha marca?


Mas passada a primeira impressão, como tornar suas relações mais profundas, criar laços verdadeiros com quem a observa, com seus clientes e não construir personagens ou máscaras que ao longo do tempo irão se desafazer?

Através do domínio dos 3 Pilares das Imagem Pessoal e da consistência e congruência deles.


Pois quando estamos falando de relações com verdade, transparência, credibilidade e confiança, precisamos ter consistência e congruência


Os 3 Pilares da Imagem Pessoal


Eles referem-se à forma como uma pessoa é percebida pelos outros com base em sua

1) Aparência - aqui temos os principais responsáveis, 55% da sua imagem pessoal correspondem a roupas, cores, formas, tecidos, higiene pessoal, etc.

2) Comportamento - 38% da sua imagem pessoal correspondem a sua linguagem corporal, aperto de mão, olhar, oratória, etc.

3) Comunicação - 7% estão relacionados ao seu conteúdo e conhecimento;

* Este é um estudo de Albert Mehrabian, Morton Wiener e Susan Ferris na Universidade da Califórnia


Também gosto de dizer que hoje, temos um quarto elemento a ser levado em consideração: a Presença Digital, que também influencia muito na Imagem Pessoal e na maneira como os outros o percebem, pois muitas vezes de maneira inconsciente valores estão sendo comunicados através de fotos e vídeos e estes nem sempre estão alinhados ao que se deseja.



Eu recomendo muito que você comece a fazer um posicionamento consciente, planejado e estratégico nas redes sociais para fortalecer sua marca pessoal e seu posicionamento.

Hoje, podemos comparar estas redes como uma capa de revista ou um anúncio de jornal, que você tem a chance de expor suas ideias, seus valores, seu diferencial. É a sua vitrine e você não paga nada por isso, portanto, aproveite esta oportunidade.


O segredo aqui é buscar fazer a diferença e impactar as pessoas com a sua bagagem. Não precisa estar em todas, não precisa ser perfeito, seja verdadeiro, descubra onde estão seus potenciais clientes, escolha um lugar para começar e faça com consistência, consciência e verdade.


Como Ir Além?


Se você já começou o trabalho de construção da sua imagem pessoal no presencial e digital mas sente que ainda não conseguiu conquistar seu espaço ou até mesmo que encontra-se em um platô e gostaria de dar um passo adiante, fortalecendo ainda mais sua marca pessoal, reforçando com maior ênfase suas qualidades, seus objetivos e o seu diferencial, este é o momento perfeito para buscar um profissional especializado, que irá olhar de maneira estratégica e meticulosa para todo esse conjunto e desenvolver um plano de ação e transformação.

A Consultoria de Imagem pode te ajudar muito neste momento, pois ela tem como objetivo principal fornecer ferramentas personalizadas para auxiliar pessoas a desenvolverem sua imagem pessoal de maneira coerente, autêntica e adequada aos seus objetivos.

Assim como existe um setor de marketing responsável pela comunicação de uma empresa, uma pessoa pode ter como braço do seu negócio, o trabalho de uma Consultora de Imagem auxiliando em sua comunicação pessoal, que levará em consideração os aspectos citados acima para facilitar e encurtar este caminho.


Se você sentiu esta necessidade ou até mesmo se deseja conversar e receber um diagnóstico da sua Imagem Pessoal, entre em contato. Vamos conversar mais e como Consultoria de Imagem Estratégica te mostro como posso lhe ajudar.





27 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page